Ler ou escrever o 

fim do mundo do fim 

Julio Cortázar publica um conto em seu História de cronópios e de famas [1962], “Fim do mundo do fim”, e confronta os jogos do corpo político entre escrever e ler. Diz que como escritores continuarão a aparecer a todo momento, em todos os lugares, de todos os modos, em breve, os raros leitores que existem no mundo vão desaparecer e se tornarão também escritores. O mundo será apenas uma imensa argamassa de papel e tinta e seremos uma raça única: a dos que escrevem sem parar.

Pensando nisso, o primeiro curso da _oficina secreta_ é uma disposição de leitura e pensamento que se expande para a escrita como uma suspensão temporal que é anterior ao gesto entre a página e a letra: ler e tentar escrever as imagens que vêm dos dias e como essas imagens projetam a guerra das circunstâncias movidas pelo dinheiro entre os usos da lei e as violências de poder.

Vale lembrar que Ítalo Calvino, quando foi editor na Einaudi, respondeu a Carlos Álvarez, em 1964, acerca de um manuscrito deste que recebera como proposta para publicação: “O que o faz escrever tanto? Fale de si o menos possível. É o mundo visto com seus olhos que deve interessar, não a sua pessoa. A literatura nasce da dificuldade de escrever, não da facilidade.”

Assim, agora, 5 perguntas ativas para nossos exercícios de leitura e escrita:

1] como imaginar a letra, ainda, entre sutura e teurgia;

2] se escrever ainda nos vincula à terra;

3] quais palavras e cosmologias antigas, desejos de liberdade e memória múltiplas, humanidade redimida e utopia irremediável se inscrevem no presente com o gesto de escrever;

4] se ainda há o impossível de uma luta ética como moeda falsa e força política diante da genealogia vazia construída pelo o que se empresta como “escrita de si”, esta mera condição monetária gerada pelo empenho capitalista falacioso da autossuficiência, do autoconhecimento e do automóvel individual;

5] quando escrever é uma imaginação radical que não tem importância alguma e do quanto fazer livros e nada dá no mesmo.

Sobre os Professores

Marcia Tiburi – Professora na Universidade Paris 8, na França, Marcia Tiburi é autora dos livros Filosofia Prática, ética, vida cotidiana, vida virtual (Record, 2014), Feminismo em Comum (Rosa dos Tempos, 2018), Complexo de Vira-Lata – Análise da humilhação brasileira (Civilização Brasileira, 2021), entre diversos outros títulos. Graduada em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1991) e em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996), é mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1994), doutora em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) com ênfase em Filosofia Contemporânea e fez pós-doutorado em Artes pelo Instituto de Artes da UNICAMP.

Manoel Ricardo de Lima – Professor do PPGMS e Escola de Letras, UNIRIO. Pesquisador Produtividade CNPq, PQ-2. Publicou, entre outros, A guerra da água (7Letras, 2022), Xenofonte (Cultura e Barbárie, 2021), O método da exaustão (Garupa Edições, 2020), Pasolini: retratações (7Letras, 2019, com Davi Pessoa), Avião de alumínio (Quelônio, 2018, com Júlia Studart e Mayra Redin) e  Maria quer o mundo (Edições SM, 2015, para crianças).  Organizou, entre outros, Uma pausa na luta (Mórula Editora, 2020) e juventude, alegria (Mórula Editora, 2021, com Davi Pessoa). Coordena a coleção “móbile” de mini-ensaios desde 2006 (Lumme Editor), a coleção “diabo na aula” (Mórula Editora, com Carlos Augusto Lima) e coordenou a edição da poesia completa de Ruy Belo no Brasil (7Letras).

_oficina secreta_ 

Curso de Escrita Criativa com Marcia Tiburi e Manoel Ricardo de Lima

Datas: 16, 23 e 30/01 e 06/02/2024 (terças-feiras)

Horário: 19h às 22h

Aulas ao vivo (via Google Meet) e gravadas (acesso até agosto de 2024).

Carga-horária: 12 horas

Certificado: Sim.

Apenas 30 vagas! 

Investimento no Curso e Forma de Pagamento

R$ 800,00 (oitocentos reais) no cartão de crédito à vista, parcelado (com juros) ou no pix à vista (desconto de 3%). Em caso de pagamento via pix, por favor, enviar o comprovante para o email escola@marciatiburi.com para validação da matrícula.
Desconto de 25% exclusivamente para alunos pagantes de quaisquer outros cursos da plataforma marciatiburi.com (com exceção de Marx Não Tem Preço). Valor com desconto: R$ 600,00 (seiscentos reais). Solicite seu cupom.

Vagas limitadas (apenas 30 participantes!)